4 de jun de 2010

Dean X Sam

Nunca escondi de ninguém que sou fã de Supernatural. Não quero perder meu tempo explicando o motivo, porque não devo nada a vocês mesmo. Vamos ao tema do post, antes que minha preguiça me impeça de escrevê-lo. Se você acompanhou toda a série e for rever os primeiros episódios da saga dos irmãos Winchester talvez notará um detalhe interessante. Mesmo sendo uma série com dois protagonistas, Sam era muito mais protagonista que Dean na história. O cara era o bebê escolhido por Azazel, o preferido do pai John e Dean, com exceção de alguns excelentes episódios, era praticamente um coadjuvante, se resumindo a contar suas piadas hilárias. O personagem Sam, de Jared Padalecki (que raio de nome é esse?!) ficava com boa parte do aprofundamento psicológico e atenção do enredo.
A partir da terceira temporada a coisa começou a mudar. As atenções finalmente começaram a se dirigir para Dean. Até mesmo nos momentos em que Sam aparecia sozinho era procurando formas de evitar que o irmão fosse para o inferno, por causa do seu pacto. A temporada foi um porre, só se justificando a baixa qualidade por causa da greve dos roteiristas que rolou naquele ano.
Na quarta temporada Dean ganhou ainda mais importância. Um anjo desceu ao Inferno para tirá-lo de lá e o cara era o único capaz de matar Lúcifer! Perto dele o Chuck Norris não devia ser nada. Mas, diferente da terceira temporada, trataram de dar a devida atenção a Sam e equilibrar um pouco as coisas. Afinal, era o destinado a abrir o último selo, embora ainda não soubesse disso. Está temporada é a melhor de todas. As histórias ficaram mais complexas, novos elementos foram explorados, finalmente Sam e Dean eram protagonistas na mesma escala e a história se mostrar tendo sido idealizada desde o primeiro momento.
Mas, sinceramente, a quinta temporada desandou no quesito dos protagonistas. Primeiro, Jenson Ackles, o interprete, é muito mais ator do que o Jared Padalecki. Ele, com poucas palavras já consegue passar toda a essência do personagem está sentindo. O Jared não consegue nem de longe esboçar a mesma emoção. Isso fica ainda mais claro nas cenas de embate entre Sam e Dean. o resultado é que este último parece muito maior que o irmão mais novo.
Agora na sexta temporada, em que o Eric Kripke, idealizador da série, se afastou da criação, o cenário não dá sinais de que vá melhorar. 

2 comentários:

  1. Eu sempre gostei mais do personagem do Jenson Ackles, o Dean.

    Na minha opinião, ele, Jenson Ackles, da um banho no Jared.

    O ator se mostra bastante interessado na direção da série, o que ajuda na sua evolução. Ele até vai dirigir um episódio na 6ª temporada.

    Pra concluir, a série é o que é, muito por causa do Dean.

    ResponderExcluir
  2. Também curto muito mais o Dean Winchester. O jeitão sacana do cara dá um toque de humor à série, enquanto Sam não faz mais do que colocar o irmão em enrascadas. E aquela cara de bebê chorão me irrita! O cara até parece o Keanu Reeves, expressando todos os seus sentimentos e emoções com a mesma cara de sempre.

    É uma pena que a série esteja sendo jogada deste jeito pelos produtores. Mas ainda consegue me entreter bastante. Vamos ver no quê vai dar.

    Abraços o/

    ResponderExcluir