3 de fev de 2010

Sobre Deus e seus fiéis

Estou quase certo de que você não notou, mas o tema Deus é proibido neste blog. Sempre quando algum blogueiro resolve falar sobre ele recebe comentários desrespeitosos, afasta leitores e uma série de outras conseqüências negativas. Por isso evito a todo custo falar sobre isso. Mas um comentário recebido há cerca de uma semana (ou duas, sei lá), me faz perguntar por que as pessoas não conseguem entender e respeitar a liberdade de crença de cada pessoa. O ateu ridiculariza o evangélico por ele acreditar em algo sem ter provas científicas de que ela exista baseado num livro que faz pouco ou nenhum sentido. O evangélico menospreza o ateu por ele não acreditar em Deus e ver como certa a ida deste ao inferno, o suplício eterno. Em meio a tudo está o devoto do candomblé, que sofre preconceito e é taxado de macumbeiro pelo senso comum.
O tipo de pessoa que não tem maturidade o suficiente para aceitar a crença (ou a descrença) do próximo nutre o mesmo sentimento que leva algumas pessoas a iniciarem guerras santas, que de santas não tem nada. Só não são tão radicais a ponto de pegarem em armas e impor sua religião na marra.
Respeite a opinião do próximo. Provavelmente, você e ele estão errados, assim como os egípcios e gregos erraram em suas mitologias. Dizer que alguém morreu porque deus o queria ao lado Dele é correto? Não creio. Terremotos e demais acidentes naturais são punição divina? Também não. Isso acontece desde o início dos tempos. É o rumo natural das coisas. A vida. Siga a sua, respeite os outros e não me enche mais o saco nos comentários. =D

2 comentários:

  1. Anônimo6:11 PM

    Eu não concordo com porra nenhuma!
    Não acredito em Deus...

    Quero mais que se foda!

    ResponderExcluir
  2. Olôco...rs

    Eu não acredito em Deus, acho que as pessoas fanáticas que acreditam são idiotas, mas fico na minha!

    ResponderExcluir